Arquivo de 19 de agosto de 2018
quatro-por-4 category image z category image

Quatro por 4: Senhorita Aurora

19 agosto 2018

Oi gente, tudo bem? Por aqui tudo bem também!
O projeto Quatro por 4 desse mês é tipo “vale a pena ver de novo” e reapresentamos uma leitura do projeto que foi lida em 2016, assim que o e-book foi lançado. E agora, com a edição física, nada mais justo que apreciar essa belezinha e resenhar novamente.
Ah! Tem gente nova na gang! Sejam bem-vindas!

Bora relembrar?

Título: Senhorita Aurora
Autora: Babi A. Sette
Sinopse:

Nicole é uma jovem bailarina e está prestes a realizar seu sonho: estrear no papel principal em uma peça na Companhia de Ballet de Londres. Tudo estaria perfeito se não fosse pela presença de um dos seus diretores, o temido Daniel Hunter, um maestro prodígio de temperamento difícil, com um humor sombrio e que desperta em Nicole sentimentos contraditórios. Quando uma tempestade de neve isola os dois em uma mansão centenária, Nicole e Daniel serão obrigados a encarar não apenas os segredos que atormentam o maestro, mas também uma paixão proibida — e avassaladora — que nasce entre eles. Entre a tão sonhada carreira na dança, um amor intenso como ela nunca sentiu e a própria segurança, Nicole se verá diante de escolhas que parecem impossíveis. E caberá a ela resgatar Daniel de seu próprio passado… Senhorita Aurora é um romance poderoso, tocante e perturbador, que mostra que todos merecem uma segunda chance, até mesmo alguém com fama de monstro.

Análise da Amanda, do blog Bookaholic $em Grana:

Senhorita Aurora foi um livro que me deixou em crise por não saber criar uma opinião sobre ele. Os protagonistas me fizeram detestá-los no início do livro e em alguns momentos da parte final, mas conhecer e entender suas histórias me fez amá-los e entendê-los. Me identifiquei demais com a Nicole e com alguns dos momentos pelos quais ela passou. Gostei muito da criatividade da autora pra escrever a história do Daniel, pois era algo que eu nunca havia lido antes.
Por falar na autora, eu tive um sério problema com a escrita nela no início do livro. As páginas passavam e eu cheguei na 100 achando que ainda estava na página 30 porque pareciam as mesmas palavras e a mesma situação o tempo inteiro e acabei só me envolvendo com a história lá pela metade do livro. Mas esses poréns não me impediram de me apaixonar completamente por essa história, desejar mais e mais de todo esse universo e adicionar esse livro na lista de favoritos!

Análise da Cah, do blog A Bookaholic Girl
Esse é o tipo de livro que não é para mim! Eu estava com as expectativas em alta, mas infelizmente a história de Nicole e Daniel Hunter não me convenceu. Os personagens principais me soaram desagradáveis, Nicole por sua imaturidade em várias “ceninhas” para chamar a atenção e Daniel pelas suas atitudes estilo o boy amargurado com algum mistério, sendo uma justificativa para tanta grosseria. Além disso, a química sexual inegável entre a bailarina e o maestro me fizeram revirar os olhos em diversos momentos, principalmente porque estamos sob a perspectiva da garota. Vale reconhecer que o ritmo de leitura, a ambientação, a música e o tema do ballet foram pontos positivos para mim em meio aos dramas excessivos de Nicole e a arrogância de Daniel. O mistério do maestro era um ponto que eu estava muito curiosa para saber como seria trabalhado, já que é um tema que eu não tinha visto ainda em nenhum outro livro,  e mesmo que eu tenha amado a esta abordagem que precisa ser mais colocada em discussão social, infelizmente não foi o suficiente para eu gostar e me envolver tão profundamente no romance considerado arrebatador escrito pela autora Babi A. Sette. 

Minha análise:

Mesmo lendo pela segunda vez, o sentimento é o mesmo. Li segurando a respiração porque sabia o que estava por vir, e que seria difícil reler.
Eu ainda acho Nicole chata e infantil, e Daniel um antiquado ao extremo, mas o conto de fadas e a história de amor ainda me deixaram suspirando.
Nicole é destemida e determinada, não sabe receber um não como resposta, mas também é apaixonada pela vida. E transmite isso pelo balé.
Daniel é misterioso, rude, não deixa ninguém se aproximar porque carrega uma culpa gravada no corpo, que o faz lembrar constantemente das escolhas ruins que tomou no passado.
E por conta da tempestade de neve, são obrigados a conviver por alguns dias e acabam conhecendo um lado do outro mais do que pretendiam, e despertando sentimentos avassaladores.
O segredo de Daniel, quando revelado, é o divisor de águas, na minha opinião. É quando Daniel abre seu coração novamente e Nicole é obrigada a deixar seu lado imaturo e inocente e lado.
Senhorita Aurora é totalmente sobre o descobrimento do amor e superação.

Análise da Carla:

Esta é a segunda vez que leio este livro e minha visão sobre os personagens mudou um pouco.
Para começar, a Nicole pareceu mais imatura e eu passei o livro inteiro achando que ela tinha 17 anos. Daniel tinha uns surtos desnecessários de grosseria; e a Natalie se tornou uma amiga muito inconveniente.
Mas é claro que o meu lado menininha falou mais alto e eu adorei a história mesmo assim. Ainda consegui me emocionar/abalar com o modo como as coisas foram colocadas. Foi um tanto quanto impactante, e o tema abordado é comumente deixado de lado, ainda que muito presente na sociedade. Com cenas emocionantes e muitas frases a serem destacadas, este livro mexeu com meu emocional e continua na minha lista de favoritos! 

E aí, o que achou de Dante e Nicole? Você já os conhecia? Nos conte o que achou. 😊
E a próxima leitura será do LBB! Eba! E o sorteado da vez é esse conto, da Carol Paim.
Vamos ler juntos?



Título: Vênus & Marte
Autor: Carol Paim
Editora: E-book Kindle
Ano: 2017
Número de páginas: 23
Tema central: Romance

literatura category image resenhas category image

Resenha: A Escolha

19 agosto 2018
Oi gente. Como vocês estão?
Meu nome é Analine Amorim, mas podem me chamar de Ana, e é uma satisfação imensa conhece-los. Ler sempre foi minha paixão e hoje tenho o privilégio de estar aqui compartilhando com vocês minha primeira resenha. Não vou me estender muito na apresentação, para não perder tempo em contar para vocês sobre esse livro fantástico, rs.

Para aqueles amantes de histórias de amor, venho compartilhar hoje uma história envolvente, marcada por escolhas… Refiro-me ao livro A escolha, do ilustre autor (do qual eu pronuncio apenas elogios), Nicholas Sparks.

Vem comigo conhecer…
Título: A Escolha
Autor: Nicholas Sparks
Sinopse:

A Escolha conta a história de duas pessoas bem diferentes: Gabby, uma mulher da Carolina do Norte (EUA), que sempre obedeceu aos pais, comportou-se bem e nunca arranjou muito tempo para si, e Travis, o veterinário da cidade, que adora viver nos extremos, com seus esportes radicais.
Acontece que Gabby e Travis têm algo em comum: são vizinhos e amam cachorros. Ele tem um boxer gigante e ela, uma border collie. E, graças aos cães, os vizinhos se conhecem.
No entanto, apesar de suas tentativas, Travis não consegue agradar a linda ruiva Gabby, que, definitivamente, parece não gostar dele.
Até o dia em que resolvem tentar de novo e se conhecer começando pelo “oi”. A partir daí, a relação entre os dois muda completamente…
Abrangendo anos agitados do primeiro amor, casamento e família, A Escolha nos faz refletir sobre a questão mais difícil de todas: até onde você iria para manter o amor da sua vida?

Para começo de conversa tenho duas perguntas a fazer:

  • Você gosta de romances? 
  • Você acredita em destino? 

Se ambas as respostas forem sim, você está diante do livro perfeito.

Gabby, uma bela médica-assistente, cabelos ruivos, a menina certinha, buscava sonhar os sonhos dos pais (embora fugisse um pouco de ser a filha perfeita que sua mãe esperava)… Travis, aaaaah Travis, o lindo veterinário da pequena cidade de Beautfor, alto, dentes brancos, forte e que gostava de viver no limite e conhecer países novos. Pode-se afirmar que eles não tinham nada em comum, a não ser o fato de ambos possuírem cachorros como amigos, e que ao se mudar para uma nova cidade, na tentativa de ficar mais próxima do namorado Kevin e ser pedida em casamento por ele, Gabby tenha ido morar justamente ao lado do veterinário. Coincidência ou destino?

Como já era de se imaginar, Gabby e Travis acabam se conhecendo (não da forma mais amistosa, mas se conhecem), e mesmo com as diferenças e desavenças, um sentimento começa a florescer entre eles. Ela, por sua vez, busca afastar de si qualquer sentimento que possa estar sentindo, tentando se convencer a cada instante que ama Kevin, que ele é o homem de sua vida. Porém, não é isso que o final de semana ao lado do novo vizinho demonstra… “Que diabos estava acontecendo”, é exatamente esse o pensamento de Gabby sobre toda a reviravolta em sua vida.

Além da dificuldade de estar em uma nova cidade, sem muitos amigos (apenas sua cachorra Molly), Gabby ainda precisa trabalhar em um hospital onde constantemente se sente intimidada com as atitudes de um dos médicos com quem ela é obrigada a conviver. E sem coragem para compartilhar isso com alguém, passa um certo período sofrendo com o assédio.
Mesmo com as tempestades da vida, constantemente estamos sujeitos a escolhas e mudanças, e por isso as vezes nos perguntamos: “até onde devemos ir em nome do amor?”

— Eu sempre vou te amar — disse ele, buscando palavras adequadas para confortá-la, sem conseguir encontrá-las.
— Eu acredito em você — sussurrou ela. Ela passou seu braço entre o de Travis e apoiou a cabeça no ombro dele. — É por isso que estou aqui.

A história é narrada em terceira pessoa, composta também por diálogos entre os personagens principais e secundários. Basicamente, o livro é dividido em duas partes: o que aconteceu a 11 anos atrás, e o presente. Cada um das partes do livro possui, ao meu ver, uma escolha a ser feita. A primeira por Gabby, a segunda por Travis. Quando você está ainda na primeira parte, e Gabby precisa fazer sua escolha, você acaba se perguntando: “É isso? Acabou? A escolha aconteceu? E agora?”. E é nesse momento que o livro nos surpreende, acontece uma reviravolta, e você quer, a todo custo, chegar ao final do livro para saber o que aconteceu, se a promessa de Travis foi cumprida, qual escolha foi feita.
O livro é um romance extremamente envolvente, que te prende a cada detalhe, e que te faz imaginar diversos lugares devido a riqueza de detalhes, às vezes, parece que você vive cada momento com os personagens. Impossível não imaginar a casa, com cadeiras de balanço no deque, os cachorros, os filhotes… não imaginar um passeio de moto que tem como destino um lugar com uma vista privilegiada, ou até mesmo a emoção de andar de parapente.
Ao falar de Nicholas Sparks eu tenho sempre elogios, porém, neste em particular, eu fiquei decepcionada com o fato relacionado a Gabby e seu patrão que constantemente a assediava… No meu ponto de vista o assunto do assédio foi citado, porém não houve punição para o que o médico fazia, e Gabby precisou mudar de setor em seu trabalho para não conviver com aquela incômoda situação. Concordo que o livro retratou a realidade, o que acontece na maioria das vezes, mas acredito que o autor poderia ter alterado essa realidade em seu livro, mostrando a importância de não se calar em situações como essa.

Nota:

Ao ler o livro você não ficará apenas emocionado com tamanho amor dos personagens, mas também sonhará em um dia ter algo tão belo em sua vida…

E se eu indico o livro? É CLARO QUE SIM.
O que estão esperando para ir correndo conhecer essa história? Aguardo vocês aqui de volta para me contar sobre a experiência de ler esse livro.

Beijos.

Boa leitura!