Arquivo de março de 2017
sem-categoria category image

Pré venda de Porcelana – Géssica Marques

31 março 2017
Olá gente, tudo bem com vocês?
Estou aqui hoje para informar que a pré venda do livro Porcelana de Géssica Marques inicia hoje! (ebaa, uhuul!! õ/ rsrs).
A pré venda começará as 20hrs (horário oficial de Brasília) no site da Young Editorial e os três primeiros que adquirirem o livro ganharão um brinde especial, muito legal né?! Então preparem-se e corram, rsrs!! Eu estou bem ansiosa! 
Além disso, saiu a capa e sinopse oficial do livro (quem viu meu post de divulgação da parceria sabe que ainda estava tudo sendo decidido e agora já posso partilhar com vocês as definições oficiais.

Porcelana – Géssica Marques

Título: Porcelana – Rubrum Luna
Autora: Géssica Marques
Gênero: Ficção / Hot +18
Sinopse:
Nos corações dos habitantes de Centralia, vivem superstições que só poderiam existir em seus mais profundos pesadelos, ou na sombria floresta que cerca toda a cidade, um fato em que todos temem acreditar. 
Com a proximidade do Rubrum Luna, a cidade fica agitada com seus novos visitantes, que além de turistas, podem acabar fazendo parte do banquete principal. Com planos de assumir seu tão desejado lugar junto a corte dos vampiros, Violet Demons se depara com seu tenebroso passado, fazendo com que suas habilidades mais sombrias e poderosas venham tomar parte de sua personalidade.
Morte e luxúria não são suficientes para descrever os desejos de Violet.

Dimensões: 16×23
Páginas: 220
ISBN: 978-85-5695-027-7

Porcelana agora tem uma página do site da editora dedicado só para ele, ficou maravilhoso e vocês podem acessá-la aqui para comprá-lo. 
O valor do livro é: R$ 29,99.

Vejam abaixo alguns comentários sobre o livro:

“Violet é uma personagem sexy, envolvente, forte e determinada. Tem tudo o que quer na palma da mão e não se deixa abalar por nada, ou pelo menos era o que ela pensava. Com uma brusca reviravolta na vida da personagem, a autora Géssica Marques nos mergulha em um mundo com seres místicos brigando pela dominação do nosso mundo. A única certeza que você terá lendo “Porcelana” é que a obra lhe fará soltar diversos suspiros de alegria, medo e de… Prazer.” – Tabatha Cuzziol, Blog e Canal Floretizas.

“Um romance gótico de tirar o fôlego. A escrita da Géssica é simplesmente viciante, nunca vi ninguém escrever tão bem cenas quentes e olha, isso é o que não falta em Porcelana. Violet Demons é uma vampira sexy, dona de si e que impressiona o leitor por seu lado feminista, afinal, ela quer provar o seu valor para a corte vampírica de todo jeito. A mulher é uma protagonista sensacional! Estou apaixonada pelo enredo criado pela autora. É maravilhosamente sensual, único e arrebatador.” – Kate Willians, autora dos livros Distopia, A fada madrinha, Hunter e Debaixo das minhas asas.  

“Porcelana é uma mistura perigosa entre o mito do vampiro e a contemporaneidade. É cálido, sexy e envolvente.” – Michelle Pereira autora do livro Guardião do Medo.


Estou super ansiosa para o início dessa pré venda, de verdade! Espero que tenham se interessado pelo livro!
O brinde para os três primeiros que comprarem o livro será um colar da Lua vermelha, extremamente lindo!! Já quero, rsrs. 


Agradeço pela oportunidade que a Géssica nos deu de fazer parte da sua história de vida ajudando-a a realizar mais um sonho dela.

Vamos incentivar a literatura nacional e acalentar os corações dos leitores com mais uma grande estória e fazer dela um sucesso, com certeza! 🙂
#euleionacional #parceria #divulgação #prévenda #PorcelanaRubrumLuna #GéssicaMarques

Beijos e boas compras! rsrs.

literatura category image resenhas category image

Resenha: Não fuja!

27 março 2017

Título: Não fuja!

Autora: FML Pepper
Sinopse:
Ciente do tempo que se esgota e em meio à sangrenta batalha que se desenvolve em seu coração, Nina parte em busca das suas respostas e verdades. Ela enfrentará traições, lendas e sofrimento para finalmente descobrir que o poder transformador que penderá a balança para o bem ou para o mal estava bem mais perto do que ela podia imaginar, na tênue linha que separa a vida da morte. Aceitaria sua morte para salvar as pessoas que ama? Que caminho seguir agora que Nina se sente viva pela primeira vez na vida?
Vida. Morte. O que há entre elas? Antes e depois delas? Dois universos tão distintos e intimamente ligados. Como não sucumbir ao desejo que lhe drena a vida? Como aceitar que existe morte em vida e vida na morte? O que fazer quando a morte é a centelha que pulsa na vida, embebida de escuridão? A bússola da existência gira e aponta: o medo é uma opção; a vida, uma batalha; a morte, uma bênção.
Olá pessoal, tudo bem com vocês?
Estou aqui trazendo para vocês o terceiro e último livro dessa trilogia da FML Pepper. A trama me agradou muitíssimo e ganhou um espacinho no meu TOP 10 livros favoritos.
A resenha dos outros livros da trilogia você encontra aqui: 

Não indico o prosseguimento na leitura desta resenha se você ainda não leu os outros livros! Continuar será por sua conta e risco… depois não diga que eu não avisei.
O livro começa mantendo toda a tensão do final de seu anterior e Nina agora se vê determinada a parar de tentar fugir dali, daquela dimensão, e lutar. Recuperar tudo que lhe foi tirado e encontrar todas as respostas da sua conturbada e inexplicada existência.
Ao decidir permanecer ali, coloca a vida de todos em um risco ainda maior. Todos foram presos pelo Conselho e pagarão por terem se envolvido com ela. Mas Nina não pretende ficar de braços cruzados e deixar tudo se perder, agora ela quer respostas e está disposta a ir aos locais mais improváveis para encontrá-las.
Então ela decide escapar dali e ir até Marmon, o único clã que ela não tinha ido ainda, atrás de pistas sobre sua mãe e seu passado, mesmo com Richard dizendo para ela não ir porque é uma armadilha e eles contam com uma ajuda bem improvável (não vou contar, hehe) para chegar até lá.
Ela, então, encontra boa parte das respostas que procura e toma as últimas decisões para acabar com aquele conflito, sobreviver e salvar aqueles que são importantes para ela. E nesse ponto que começamos a perceber o amadurecimento dela, o ponto em que ela deixa de ser aquela garota birrenta e inconsequente que era meses antes. Ela começa a pensar melhor e a agir.
Todas as alianças improváveis e prováveis feitas até ali são testadas e muitas reviravoltas inesperadas (a grande maioria, pelo menos) nos tiram o fôlego. Muitas delas me revoltaram e outras me deixaram bem animada na leitura.
A “relação” de Nina e Richard e seus sentimentos são colocados à prova a todo instante deixando o leitor com bastante dúvidas sobre a veracidade do amor deles. E acredito que essa tenha sido a maior parte da evolução pessoal de cada um deles, começar a entender eles mesmos e esse sentimento e amadurecer com isso para enfrentar o resto dos problemas que os cercavam.

Mamãe uma vez me disse que o amor não precisava de explicações. Ela não podia estar mais certa. Não havia razão que domasse o amor febril que trepidava dentro de mim. Precisei passar por todas as tragédias e perdas para entender que meu coração não era masoquista, mas sim tão selvagem quanto o par de olhos azul-turquesa que o fazia pulsar freneticamente.

Fiquei com um ódio mortal de uns personagens em alguns momentos e alguns deles eu perdoei depois que entendi os seus motivos e tudo mais, mas nem todos… porque tem “fins que não justificam os meios”.
Eu devorei a história, o final da aventura em Zyrk realmente me pegou de surpresa e eu gostei muitíssimo da conclusão de todo o enredo.
A única coisa que não foi esclarecida é o porquê de Nina e Rick não terem conseguido se relacionar na primeira tentativa, foi dito que a Brita descobriu a razão mas ela não foi contada… eu tenho meus palpites mas gostaria que tivesse sido esclarecido. 🙁
Fora isso todas as pontas soltas foram costuradas e bem amarradinhas, respondendo todas as dúvidas que nos consumiram durante a leitura da trilogia.
Eu não comentei sobre a qualidade dos livros até agora, então, para não matá-los de curiosidade quanto a isso, quero ressaltar que as capas são lindas e condizem muito com o contexto da história e eu gostei muito mais das capas da segunda edição do que das da primeira (me julguem, rs) e a diagramação é muito bem feita também. A editora Valentina realmente caprichou. 🙂
Nota:
O post original desta resenha foi feito em 05/10/2016 e você pode conferi-lo clicando aqui!
E aí, o que acharam? Vocês já leram esse livro ou tem vontade de ler? Eu indico a leitura desta trilogia, garanto que não vão se arrepender!
Deixem seus comentários!
Boa leitura! Beijos.
dicas category image

Aplicativo Recolor

26 março 2017
Olá gente, tudo bem com vocês?
É de conhecimento geral que os livros de colorir, que se popularizaram entre os adultos nos últimos dois anos, têm funções terapêuticas, pois eles ajudam a aliviar o estresse por meio da criatividade e distração. Porém, também é de conhecimento geral que, graças a essa popularização, as empresas deste mundo capitalista opressor elevaram os preços dos materiais de pintura e os melhores livros são mais caros, tornando os produtos inacessíveis para algumas pessoas (isso sem falar na qualidade inferior dos livros de colorir nas versões nacionalizadas, que nos fazem desejar importar os originais).
Pensando nisso, vários desenvolvedores de aplicativos tiveram a sacada de “por que não fazer aplicativos de celular de pintura?”. Afinal, boa parte da população mundial possui um smartphone hoje em dia.
O maior benefício dos aplicativos é que eles podem ser adquiridos gratuitamente nas lojas dos sistemas operacionais dos celulares, tendo “funcionalidades extras” para serem compradas dentro deles. Além disso, muitas pessoas que se auto-julgam sem dons artísticos e se frustram com os livros de colorir podem ter a oportunidade de re-experimentar o universo de colorir de uma maneira mais fácil. 

Eu mesma adoro colorir, tenho muitos muitos lápis de cor e livros “anti-estresse”, porém, com a falta de tempo para parar em casa e relaxar, esses aplicativos estão sendo uma alternativa bem agradável.

E estou hoje para apresentar e indicar a vocês o aplicativo de colorir que eu uso, o Recolor. 

O aplicativo é muito bem avaliado tanto na PlayStore do Google (sistema operacional Android) quanto na AppStore da Apple (sistema operacional iOS) e possui uma boa gama de desenhos e paletas de cores que podem ser usados gratuitamente e dentre os itens pagos, ainda há a opção de consegui-los de graça com algumas condições.
Vou mostrar para vocês a interface do aplicativo no iPhone, acredito que a interface no Android seja bem similar. 🙂

Ao baixar o aplicativo e criar um perfil, você tem a opção de deixá-lo disponível online e publicar os desenhos que pinta e gerar uma página (como a de uma rede social) com os seus desenhos.

Dentro do seu perfil no aplicativo, você consegue visualizar todos os seus trabalhos, estejam eles concluídos ou não, e também os que você já publicou.

Na Biblioteca (Library) do app você pode escolher novos desenhos para fazer, sejam eles pagos ou gratuitos de acordo com os menus do aplicativo (Novos [New], Grátis [Free], Recomendados [Recommended], Populares [Popular] e etc). Além disso, novas imagens vão aparecendo a cada período e tem um contador indicando quando elas chegarão.

Os desenhos pagos são indicados pela florzinha do aplicativo no canto inferior direito e há uma forma de consegui-los gratuitamente, mas é um recurso limitado. E da mesma forma, é possível conseguir limitadamente utilizar algumas cores especiais… vou mostrar para vocês como fazer:

Ao clicar em uma cor ou desenho pago, irá abrir um submenu de opções em que dá para escolher “experimentar” os desenhos e as paletas por 7 dias grátis e também pode “comprar” um desenho clicando em “Use 10 unlock tokens”, que nada mais é que um código/token de desbloqueio e, no meu caso, eu tenho 100 restantes (left) então posso adquirir até 10 imagens. Escolham sabiamente porque eu não sei se tem como adquirir mais tokens, assim como eu também não sei se cada imagem tem um custo diferente, não fucei muito o universo de imagens pagas ainda, haha.

Finalizando uma imagem, também é possível adicionar filtros de efeitos nela, dando um “toque” a mais no desenho antes de publicá-lo. Ao que eu andei fuçando, tem uns efeitos bem legais. 🙂
O aplicativo lembra bastante o do Instagram, não só por poder aplicar filtros nas imagens mas também por ter um “feed” onde podemos ver as imagens publicadas por outras pessoas (Galery), recebemos notificações de atividade (curtidas e etc) e por poder seguir pessoas/ser seguido.

oi
oi

Estou adorando o aplicativo, de verdade! É uma medida paliativa bem gostosa para se distrair.
O único contra é ele ser em inglês no iOS, no Android eu não sei dizer, mas deve ser também, o que pode ser dificultoso para algumas pessoas… ainda assim, ele é bem intuitivo de se usar, é fácil acostumar e entender. 🙂

Gostaram da dica? Não deixem de comentar!
Caso queiram visitar o meu perfil, basta clicar aqui. Aproveitem para segui-lo e me mandem o de vocês aqui nos comentários para eu seguir também! 

Beijo!